Como vejo o Direito em 2020?

Falarei mais sobre a forma que enxergo como está o Direito nos dias atuais.


História do Direito segundo Luís Fernando Scherma Reis:


Independente da opção pessoal sobre como surgiu o ser humano no mundo, seja através da teoria do criacionismo ou da teoria do evolucionismo, houve num determinado momento da Pré História, em que os seres humanos começaram a se organizar em pequenos grupos: famílias e/ou clãs, e estes grupos viviam cada um por si, com pouco ou nenhum contato entre eles. Esses pequenos grupos viviam de caça de mamutes e bisões (hoje extintos) e da coleta de cereais silvestre, frutos e raízes, que esgotados na área geográfica onde estavam estabelecidos, obrigando-os a deslocar-se constantemente atrás desses recursos naturais e possuíam poucos objetos pessoais, e segundo a teoria mais aceita universalmente o ser humano surgiu no sul da África. E justamente por ser apenas caçador e coletor apresentou no seu início um caráter nômade. A característica principal do nomadismo era que esses pequenos grupos com esse modo de vida errante, não permitiam o crescimento da população, pois faltariam recursos naturais e, portanto cresceriam as dificuldades de sobrevivência em função dos deslocamentos em busca desses recursos. Ao mesmo tempo esses pequenos grupos foram às primeiras formas de organização social. Após o fim da Era Glacial, que terminou há 13.000 anos, os grupos nômades começaram a construir suas habitações (cabanas) junto a rios e lagos, onde aprenderam o ofício da pesca. Também se abasteciam de água, mas ainda continuavam a caçar e coletar cereais silvestres e frutas. Este processo de nomadismo é vinculado como Pré-História, pois a História é estudada a partir de uma periodização tradicional de origem europeia, e está baseada no calendário cristão. E apresenta duas grandes divisões: Pré-História onde justamente está engradada a fase nômade do ser humano e História. E justamente o marco divisor desta divisão é o advento da escrita por volta de 4.000 a.C. Na Pré-história, para garantir sua sobrevivência, o homem teve de aprender a cooperar e a se organizar socialmente. Da eficiência dessa cooperação dependia sua sobrevivência. Com o início das aglomerações humanas, na Pré-história, o homem iniciou, ainda que, embrionariamente, uma organização social. Primeiro, os homens descobriram suas diferenças individuais. Depois, notaram ser impossível fundar sobre essas diferenças suas normas de conduta. E foi assim que chegaram a descobrir a necessidade de buscar um princípio que ficasse acima dessas diferenças. Dessa forma, a noção de justiça surgiu da necessidade de instaurar normas capazes não apenas de fixar os limites do uso da força e do exercício do poder, como também de restabelecer o equilíbrio nas relações entre pessoas.



E como enxergo o Direito brasileiro nos dias atuais?


Com tantos artigos e jurisprudências, vejo que o Direito virou mais uma interpretação do que qualquer outra coisa. Os advogados que mais se destacam, são os que se dedicam nos estudos atuais, e que se atualizam. Atualmente, é de suma importância que os magistrados e advogados, entendam e tenham uma interpretação não apenas do que está escrito, mas além disso também. Percebo que, para todo ataque tem uma certa defesa, mesmo que mínima, para aumentar ou diminuir impactos. Sendo assim, quem não se atualizou ainda, está muito atrás dos outros.


Qual a forma de se destacar entre muitos neste ramo?


Simples, hoje em dia, é muito necessário que um advogado tenha suas redes sociais ativas e interativas, não apenas para seus Clientes, e sim para atrair novos. Estamos vivendo em um mundo que a tecnologia está dominando, e até mesmo os processos estão sendo digitais, sendo assim, advogados que não utilizam das redes sociais à seu favor, estarão muito atrás dos outros.

Agradecimento


Lembrando que é uma opinião minha. Aceito pensamentos divergentes e estarei disposto a conversar sobre! Basta encaminhar um e-mail.

40 visualizações

Posts recentes

Ver tudo